Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2010

Eu sou pessoa?

Pessoa: um indivíduo, com referência a seu relacionamento social. A mãe tentava explicar a filha de três anos porque era preciso fazer silêncio no ônibus. _ As pessoas podem não gostar do barulho. As pessoas têm o direito de não ser perturbada. _ Karina, uma coisa... _ levantou o dedinho para interromper a mãe _ eu sou pessoa ? Dava para ver em seus olhos sua preocupação sincera em saber se gozava do título mencionado, e desses direitos. Talvez por "ser pinininha", como ela racionalizara certa vez, não teria tal sorte. A mãe respondeu com um abraço: _ Claro que é uma "pessoa". E uma pessoa maravilhosa! A pequena se encheu de alegria pelo respeito concedido a ela.

Irmão melhor

Essa história eu ouvi de uma entrevista do Pedro Bloch a muitos anos atrás (1998). Ainda melhor que a história dos pregos... Não encontrei o texto em nenhum lugar. Então estou recontando a história da forma como lembro. Na sala do médico, duas crianças de oito anos estão numa consulta de rotina. Eram gêmeos. Desses que é difícil dizer quem é quem. Mas que a aparência não o engane. Eram irmãos de personalidades diferentes. Na entrevista, o médico perguntou aos garotos: _ Quem é o mais estudioso !? _ É ele! _ respondeu alegre o mais cerelepe. _ Ah. Quem é o mais inteligente !? _ É ele! _ denovo o garoto cerelepe. _ Ah. Então quem é o mais bonito !? _ É ele! _ não titumbeou o garoto. _ Mmm. E de quem a mãe mais gosta!? _ É dele! _ respondeu mais um vez sem nem dar chance do seu irmão falar alguma coisa. Bom, mas essa última pergunta também não ajudava muito: se ele é o mais estudioso, inteligente e bonito, claro que a mãe iria gostar mais dele. _ Escuta garoto _ exclamou o médico em to