Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2013

Maioridade Penal

Dando continuidade a minha vontade de amarrar pontas dialéticas deixadas em 2012, volto a um tema proposto pelo  +Júlio Cesar de Melhado e Lima   em seu post em 6 de Novembro de 2012 no Facebook. O post é tão bom que vou transcreve-lo aqui: Para você que pensa que a maioridade penal deva ser reduzida, dos atuais 18 anos, para 16a, 14a, ou menos. No que você se baseia?  Eu sou contra, e baseio minha opinião em um raciocinio simples de entender. Até o início da terceira década de vida, por volta dos 20 e poucos anos, o ser humano ainda não possui o seu cortex frontal totalmente desenvolvido.  E é este cortex pré-frontal, segundo a neurociência, o responsável por nossas funções cognitivas mais complexas, como personalidade, pelo raciocinio, pela avaliação de fatos, consequências, pelo controle de impulsos, etc.  Ou seja, sem o cortex pré-frontal totalmente desenvolvido, a criança e o adolescente não é capaz de executar plenamente estas funções. Ora, assim como um deficiente

Discussões de 2012

Eu deveria criar um post para cada discussão aqui, mas não encontro tempo para desenvolve-las como elas merecem. Turbilham em minha mente algumas ideias, e discussões inacabadas com amigos que tenho grande apreço (  +Fabricio Leotti   e  +Júlio Cesar de Melhado e Lima  ). Egoísmo, preservação ecológica, moralidade A primeira discussão  esbarra na questão da "ecologia" (as aspas duplas são muito necessárias aqui).  O termo ecologia,  gasto como pano de chão num mercado público, é usado como aforismo para defender ideias como: "O planeta é mais importante do  que a gente", "experimentos que posam lesar animais, não devem ser tolerados". Reações extremas levam a contra-reações extremas. A primeira frase ganha críticas como: não é a gente  que precisa defender o planeta, e a gente que precisa se defender do planeta. A Terra, o planeta azul que circula o Sol, deve existir por mais tempo que nossa espécie ou qualquer espécie que nela possa residir. É bem p